Site Meter

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cores (1)

por desvela, em 01.08.10
Estamos habituados a ver cores em bandeiras, em clubes, em logotipos, e sabemos que nalguns casos há algumas tradições associadas a essas cores.

Um episódio interessante que colocou em evidência uma importância das cores na conjuntura política foi a Revolta de Nika. Ocorreu em 11 de Janeiro de 532, em Constantinopla, após um incidente desportivo, com quadrigas no hipódromo, entre facções Azuis e Verdes.
Já seria tradição que o Azul estaria ligado a uma alta classe, aristocrática, cristã ortodoxa, enquanto o Verde estava ligado a uma pequena burguesia em crescendo, cristã monofisista. Era habitual alguns tumultos entre os grupos (onde se incluiriam ainda Vermelhos e Brancos), que se agravaram por aliança nesta ocasião entre Verdes e Azuis, o que colocou em causa o poder de Justiniano. Em situação de pressão, Justiniano conseguiu chamar Belisário para terminar com a revolta que pretendia colocar Hypatius no poder. A revolta terminou num banho de sangue, e Hypatius foi morto. 
Associado ao nome Hypatia está a lenda acerca da destruição da Biblioteca de Alexandria, no século anterior. Facto essencialmente simbólico, mas que representa a perda inestimável de todo o conhecimento antigo, durante os mil anos seguintes. Isto complementa a perda de conhecimento, e o retrocesso ou estagnação civilizacional... pelo lado oriental do Império Romano.

- Será de notar que no Séc. XV ainda se considerava a definição do início temporal pela Era de César e não pelo nascimento de Jesus Cristo.
- A questão teológica associada aos partidos Azul e Verde, insere-se numa querela entre as Naturezas de Cristo, discutida no Concílio de Calcedônia em 451, que excluiu o monofisismo, tendo ficado aceite a dualidade.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:58


2 comentários

De Anónimo a 27.08.2010 às 19:03

Caro Alvor

O comentário não é sobre cores, mas sobre DNA, e vem completamente ao encontro do que todos nós sempre dissemos.

O Discovery, revelou inadvertidamente a sequência do Haplogrupo do Faraó Tutanckamon, e é um Rb1, o Ancestral do Sudoeste da Europa.
Como prevesível!

Cumprimentos

Maria da Fonte

De AlvorSilves a 03.09.2010 às 08:24

Cara Maria da Fonte,

O post é sobre cores, sim.
Se quisermos codificar o DNA como 4 cores (G,A,T,C as purinas base) podemos... não era esse o ponto.
O essencial é a constituição base do raciocínio humano e dos seus derivados níveis implícitos "secretos".
É claro que o DNA determinará essa constituição que permite diversos níveis de percepção. Nos animais, o DNA levará à constituição de um nível de percepção básico - interpretação directa da realidade. Nos humanos há um nível superior que permite a percepção da nossa percepção... claro, resulta do DNA.
Já não resultam do DNA, outros níveis de percepção... resultam sim da educação! Todas as tentativas de mal interpretar isso, parecem-me conducentes a perspectivas inumanas - nas quais não alinho!
Poderei explicar melhor isto... mas a floresta de enganos, que sustenta essa visão de escravatura induzida à nascença, é algo que sustenta uma sociedade piramidal que trata homens desenquadrados (dos códigos da elite) ao nível dos animais.
Esse nível de parasitismo permite eleger heróis, eleger génios, culpar inocentes, etc... é este tipo de sociedade que se vislumbra nisto.
É só isso... precisamos de saber de que lado estamos!
Abraços.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Agosto 2010

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D