Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Más caras, ou Máscaras, em português não deveria sofrer qualquer dúvida sobre a origem da palavra, sendo a relação tão óbvia. Com efeito, as máscaras eram normalmente caras más. No entanto, ao que parece, surgem dúvidas aos pseudo-eruditos acerca da origem etimológica da palavra máscara.

Adiante... e continuando a relação pascal, dos postais anteriores:
(i) a lavagem de mãos, de Pilatos;
(ii) corona spinea, ou coroa de espinhos;
(iii) a quarentena e a quaresma - após o Carnaval;
(iv) as máscaras - típicas do Carnaval.

Poderíamos ter em atenção que asfixia era a principal causa de morte na crucificação, e da mesma forma, os pacientes vítimas do corona-vírus sofrem igualmente de asfixia
Isso seria o ponto (v)... 
Espero ficar por aqui, pois não me apetece ver coincidências em tudo, como há dez anos atrás.

Se no fim da época medieval Veneza ficou conhecida pelos seus bancos, ou por impor quarentena aos barcos de regiões infectadas por peste, mais conhecida ficou pelas suas máscaras carnavalescas, que nesse caso nem são más caras, são até rostos requintados.

No entanto, e a propósito da peste, os venezianos usaram ainda máscaras, literalmente más caras, similares às usadas pelos médicos da peste - que eram máscaras com forma de bico de pássaro:

Máscaras venezianas carnavalescas - a da esquerda invocando o hábito do médico da peste.

A ideia de protecção dessas máscaras era reduzir a entrada de ar, a um orifício no bico, forçando o ar a passar por ervas purificadoras, colocadas dentro desse bico. O problema da peste negra eram as pulgas, transmissoras de bactérias, e neste caso as máscaras eram ineficazes.

Ao contrário, na doença provocada pelo corona-vírus qualquer máscara é eficaz a travar o bafo do contaminado, mesmo que seja ineficaz a reter o vírus. Algo simples e elementar:

Conselho de Escolas Médicas defende uso generalizado de máscaras pela população

que a DGS (Direcção Geral de Saúde) não consegue acompanhar, porque serve para papaguear ordens semi-criminosas da OMS (Organização Mundial de Saúde). Depois de errar tantas vezes, a DGS sabe que para assegurar novo erro - basta continuar a seguir a OMS - não falha!

No Japão, há vinte anos, surpreendeu-me ver as pessoas infectadas com gripe usando máscaras, para evitar a infecção dos restantes. Uma consciência de responsabilidade individual, e cuidado com o próximo, ausente da sociedade europeia. O Japão tem menos de 4 mil infectados, praticamente um terço dos existentes em Portugal, tendo 12 vezes mais população, e tendo sido contaminado muito primeiro. 
Em 15 de Fevereiro Taiwan tinha 18 infectados, enquanto Itália e Espanha tinham apenas 3, agora Taiwan tem 373 casos, enquanto a Itália e Espanha têm quase 130 mil. 
Taiwan optou por máscaras, Espanha e Itália não - por falta delas, e por orientação da OMS.

A máscara da OMS só não cai, porque cairia em consequência toda a farsa montada em redor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:11


Alojamento principal

alvor-silves.blogspot.com

calendário

Abril 2020

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D